23 de abr de 2011

O primeiro Homem do Karate

Takahara Peichin
Todas as linhagens de karate, em algum momento da história, se ramificaram a tal ponto que se tornou muito difíci encontrar uma origem em comum, uma pessoa ou escola que aparecesse como o primeiro embrião da nossa arte. Ele existe, mas não vamos falar de Sokon Matsumura. Trata-se de Satunuku "Tode" Sakugawa 佐久川 寛賀 (1733-1815).

Tode Sakugawa iniciou seus treinos em Okinawa-Te aos 17 anos com um monge chamado Takahara Peichin (1683-1760), sendo mais tarde recomendado pelo próprio mestre a treinar com um militar chinês, Kusanku, um mestre de Kenpo famoso por sua habilidade na luta. Kusanku não apenas ensinou sua arte a outros uchinanchu como também trouxe alguns alunos da China, popularizando assim o método de luta chinês em Okinawa. É dito que ele mesmo introduziu a famosa posição básica de manter o punho fechado na lateral do tronco e desferir um soco a partir dessa posição, bem como um método de luta, o Kumiai Jutsu, da qual era especialista.

Tode Sakugawa
Após alguns anos de treino, Sakugawa passou a ser conhecido como mestre em lutas chinesas, o Tode (ou Toudijutsu), subindo também os degraus da escala social para Chikudun Pechin (na antiga Okinawa, esse rank é equivalente a samurai), e tal competência lhe rendeu até mesmo o apelido da arte marcial que dominava. Nos primórdios do que viria a se tornar o karate, sabe-se que Sakugawa misturou técnicas do Okinawa-Te com lutas chinesas.

Aos 78 anos Sakugawa veio a conhecer Sokon Matsumura, o aluno que mais tarde seria apontado como o homem responsável historicamente por desenvolver os primórdios do que hoje conhecemos como karate. Mas os embriões da nossa arte jazem em Sakugawa.

Nenhum comentário: